Loading...
Serviços

Fui demitido, e agora – Saiba o que fazer

agendamento seguro desemprego

Se uma demissão já é bem dolorosa em tempos de prosperidade, imagina ser demitido num momento difícil em que o país se encontra agora. A forte crise que atinge o Brasil já soma 13 milhões de desempregados, dos mais variados setores do mercado.

agendamento seguro desemprego

A dificuldade não é só ter que passar pelo processo de demissão. Existe também a dificuldade de se recolocar em um novo emprego.

Mantenha a calma

É difícil dizer isso, mas é de extrema importância manter a cabeça no lugar para que as ideias possam fluir. Saiba que esta situação é provisória. Se abrir com a família, e ter o apoio dos entes queridos, ajuda muito.

Várias pessoas escondem a situação do desemprego de familiares e amigos, mas esse não é o melhor caminho a ser seguido. Este é o momento que é preciso apoio da família, e abrir o jogo será fundamental, para contornar esta situação.

O ideal é pensar nos próximos meses, e fazer um planejamento financeiro para os próximos meses. Os amigos possuem um papel importante também, podem ajudar na indicação de novas oportunidades.

Agora você precisa saber quais são seus direitos, vamos lá:

Aviso prévio

O aviso prévio é um direito de ambas partes envolvidas, empregado e empregador. Qualquer uma das partes que opte por rescindir o contrato de trabalho, deve comunicar sua intenção em um prazo de no mínimo 30 dias.

Dessa forma, o profissional pode ir em busca de um novo emprego, de modo que não prejudique o sustento de sua família. Por outro lado, a empresa também tem suas vantagens, poderá abrir um novo processo de seleção para um novo funcionário. Assim, suas atividades não são prejudicadas também.

Se o empregador queira que o funcionário se afaste imediatamente da empresa, terá que arcar com o aviso prévio indenizado. Neste caso, o trabalhador não precisa continuar com suas atividades na empresa, e receberá o salário equivalente a um mês de trabalho.

Seguro-desemprego

A previdência social oferece um benefício chamado Seguro desemprego, que tem como objetivo não deixar o trabalhador totalmente desamparado durante o período de busca de um novo emprego.

Devemos lembrar que o valor deste benefício é equivalente o valor da contribuição ao INSS.

Para receber este benefício, você deve fazer um agendamento neste link: Agendamento Seguro Desemprego.

Férias vencidas e proporcionais

Você não pode esquecer também das férias, no momento da demissão. Caso o trabalhador possua férias vencidas, tem direito de receber duas indenizações:

Um valor referente às férias vencidas, e outro valor referente às férias proporcionais.

Em relação às férias vencidas, o trabalhador recebe o salário equivalente a um mês de serviço, e o adicional constitucional.

Outra situação é que, mesmo se o trabalhador não tenha férias vencidas. Ele deve receber os valores relativos das férias que teria direito no futuro.

Saque e multa do FGTS

O trabalhador que foi demitido possui o benefício de poder sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Existe um outro direito muito importante também para o trabalhador, que é a multa rescisória de 40% do valor do FGTS. Este valor é o empregador que deve arcar com 40% do valor que ele depositou no Fundo de Garantia.